19 de março de 2016

Lliturgia de Ramos

20 de março de 2016







Leituras bíblicas:
Isaías 50: 4-9a; Salmo 118: 1-2, 19-29; Filipenses 2: 5-11; Lucas 19: 28-40 *.

Convite ao Culto**

Bendito seja o que vem em nome do SENHOR!
Hosana nas alturas!

Alegra-te muito, ó filha de Sião;
exulta, ó filha de Jerusalém;
o teu rei vem a ti;
ele é justo e traz a salvação;
ele é humilde e vem montado num jumento,
num jumentinho, filho de jumenta. 

Primeira Leitura:

Isaías 50: 4-9a

O SENHOR Deus deu-me a língua dos instruídos
  para que eu saiba o que dizer ao que está cansado;
ele me desperta todas as manhãs;
desperta-me o ouvido para que eu ouça como discípulo.
O SENHOR Deus abriu-me os ouvidos,
  e eu não fui rebelde, nem me afastei.
Ofereci as minhas costas aos que me feriam,
  e a minha face, aos que me arrancavam a barba;
não escondi o rosto dos que me afrontavam e me cuspiam.
Pois o SENHOR Deus me ajuda;
portanto, não fico envergonhado;
por isso o meu rosto está firme como uma pedra,
  e sei que não serei envergonhado.
Aquele que me defende está perto;
quem contenderá comigo?
Apresentemo-nos juntos;
quem é meu adversário?
Aproxime-se.
O SENHOR Deus é quem me ajuda!
Quem me condenará?

Coleta/Confissão:

Onipotente e Eterno Deus, de tal modo amaste o mundo, que enviaste teu Filho, nosso Salvador e Jesus Cristo, para tomar sobre si a nossa carne e sofrer morte na cruz, dando ao gênero humano exemplo de sua profunda humildade; concede, em tua misericórdia, que imitemos a sua paciência no sofrimento e possamos participar também de sua ressurreição; mediante o mesmo Jesus Cristo, nosso Senhor, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém!***

Salmo 118: 1-2, 19-29

Rendei graças ao SENHOR, pois ele é bom;
seu amor dura para sempre.
Diga Israel:
Seu amor dura para sempre.

Abri as portas da justiça para mim,
para que eu entre por elas
e renda graças ao SENHOR.
Esta é a porta do SENHOR;
os justos entrarão por ela.
Eu te dou graças, pois me respondeste
e foste minha salvação.

A pedra que os construtores rejeitaram,
essa se tornou a pedra angular.
Foi o SENHOR quem fez isso,
e é maravilhoso aos nossos olhos.
Este é o dia que o SENHOR fez;
vamos regozijar-nos e alegrar-nos nele.


Salva-nos, SENHOR, nós te pedimos;
ó SENHOR, nós te pedimos, envia-nos prosperidade.
Bendito seja o que vem em nome do SENHOR!
Nós vos abençoamos da casa do SENHOR.
O SENHOR é Deus e faz resplandecer sua luz sobre nós;
preparai a festa com ramos até as pontas do altar.


Tu és o meu Deus, e eu te renderei graças;
tu és o meu Deus, e eu te exaltarei.

Rendei graças ao SENHOR, pois ele é bom;
seu amor dura para sempre.

Ofertório:

Pai misericordioso, nós oferecemos com alegria e gratidão aquilo que tu primeiro nos deste – nós mesmos, o nosso tempo e as nossas posses – sinais do teu amor misericordioso. Recebe-os por causa daquele que se ofereceu a nós: Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém! ****

Evangelho:

Lucas 19: 28-40

Tendo assim falado, Jesus seguiu caminhando adiante deles, subindo para Jerusalém. Ao aproximar-se de Betfagé e de Betânia, perto do monte chamado das Oliveiras, enviou dois de seus discípulos, dizendo-lhes: Ide ao povoado que está adiante, e ali, ao entrar, achareis amarrado um jumentinho sobre o qual ninguém jamais montou; desamarrai-o e trazei-o. Se alguém vos perguntar: Por que o desamarrais?, respondereis assim: O Mestre precisa dele.

Partiram, pois, os que haviam sido enviados e acharam tudo conforme lhes dissera. Enquanto desamarravam o jumentinho, os seus donos lhes perguntaram: Por que desamarrais o jumentinho?

Eles responderam: O Mestre precisa dele.

Levaram-no, pois, a Jesus e, pondo os seus mantos sobre o jumentinho, fizeram com que Jesus o montasse. E, enquanto ele passava, outros estendiam os seus mantos pelo caminho. Já perto da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão de discípulos, alegrando-se muito, começou a louvar a Deus em alta voz, por todos os milagres que havia visto, dizendo:

Bendito o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas.

Nisso, alguns dos fariseus dentre a multidão disseram-lhe: Mestre, repreende os teus discípulos.

Mas ele lhes respondeu: Eu vos digo que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.

Envio:

Filipenses 3: 4b-14

Tende em vós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus,

que, existindo em forma de Deus,
  não considerou o fato de ser igual a Deus
  algo a que devesse se apegar,
  mas, pelo contrário, esvaziou a si mesmo,
  assumindo a forma de servo
  e fazendo-se semelhante aos homens.
Assim, na forma de homem,
  humilhou a si mesmo,
  sendo obediente até a morte,
  e morte de cruz.
Por isso, Deus também o exaltou
  com soberania e lhe deu o nome
  que está acima de qualquer outro nome;
para que ao nome de Jesus
  se dobre todo joelho
  dos que estão nos céus,
  na terra e debaixo da terra,
  e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor,
  para glória de Deus Pai.

Bênção:

Filipenses 4: 7

A paz de Deus, que ultrapassa todo entendimento,
guarde o vosso coração e os vossos pensamentos
no conhecimento e no amor de Deus,
e do Filho de Deus, Jesus Cristo, nosso Senhor;
e a bênção de Deus todo-poderoso,
o Pai, o Filho, e o Espírito Santo,
permanecerá sempre convosco. Amém. 


* Revised Common Lectionary
** Zacarias 9: 9
*** Livro de Oração Comum Brasileiro
**** The Worship Sourcebook

**** Arte: Entrada em Jerusalém, 1320. Pietro Lorenzetti. Igreja de São Francisco, Assis, Itália.