3 de agosto de 2009

Arrebatamento

"... a passagem-chave de 1 Tessalonicences 4, passagem apocalíptica, se é que se pode atribuir alguma passagem apocalíptica a Paulo, não pode ser encarada como se predissesse o que na América do Norte atualmente se tornou um tema principal, a saber, o "arrebatamento" em que o povo de Deus será arrebatado literalmente para a atmosfera, deixando casas, automóveis e famílias para trás e escapando para sempre do mundo de espaço-tempo que se precipita na ruína. A idéia da passagem mencionada é o conforto das pessoas enlutadas. O que Paulo visa neste texto é afirmar com insistência que aqueles que morreram e os que ainda estiverem vivos, quando o Messias aparecer como rei, haverão de herdar a nova era que ele virá inaugurar, mas a linguagem que Paulo emprega para expor seu argumento, que é uma combinação de imagens apocalípticas clássicas, deve ser visto como o que na realidade é: uma evocação de Daniel 7 (o filho do homem vindo nas nuvens) e do apocalipse do monte Sinai (o clamor e a trombeta e Moisés descendo com a Lei).


N. T. Wright, Paulo - Novas Perspectivas, p.78

Relacionado: Deixados para trás