2 de junho de 2008

Afastamento

"Podemos às vezes ofender com palavras; mas também podemos ofender muito mais com o silêncio. Nenhum insulto pronunciado jamais feriu tão profundamente como a ternura que esperamos e não recebemos; e ninguém jamais se arrependeu tão amargamente de uma indiscrição pronunciada, como das coisas que deixou de dizer."
Jan Struther

A duas formas [de desamor] são a agressão (ou a ofensa) e o afastamento (ou o "distanciamento"). (...)
Afastamo-nos de alguém quando tratamos seu bem-estar e sua bondade com indiferença, chegando provavelmente ao ponto de menosprezá-lo. Nós "não nos importamos".
Dallas Willard

No mundo hodierno é difícil delimitar a nossa comunidade por causa das variáveis conexões mundiais entre todos. Essa época do ano me faz lembrar da antiga composição do meu círculo social. O processo de afastamento não pôde ser evitado com a minha mudança. Nem ferramentas da web, nem a benquerença foram suficientes para manter a proximidade. A despeito disso tudo, a vida eterna é o consolo, o reino abrangente é a inspiração.