1 de fevereiro de 2009

U2 3D

• “U2 3D”. Escolhi este não pelo conteúdo, mas pela forma (sempre defensável no cinema). O 3D digital é melhor que estar num “show” ao vivo, sem ter de pagar 500 dólares por ingresso nem ficar com a roupa cheirando a maconha.

-- Mark Carpenter, O melhor de 2008, coluna Arte e Cultura, Revista Ultimato.

Durante um mês, uma equipe, munida de câmeras de tecnologia 3D, acompanhou a turne "Vertigo" do grupo U2, em shows feitos em grandes estádios da Amercia do Sul: Brasil, Argentina, México e Chile. Tantas horas foram reduzidas a 85 minutos de filme. Imagens inovadoras em terceira dimensão e um qualificado sistema de som, somados à energia de um show ao vivo. Nessa nova dimensão, U2 3D leva o público a uma jornada extraordinária e inesquecível.

Acabei de chegar do cinema, e, à exceção do incômodo de sobrepor dois óculos, a experiência foi fantástica. Saí com a alma leve, como estava precisando.