25 de setembro de 2007

O Propósito Eterno de Deus


Começou quando li uma versão condensada do primeiro capítulo de Cristianismo Pagão, de Frank Viola, no blog Bacia das Almas. Acabei de ler "Reconsiderando o Odre" que provoca uma reviravolta em nossas idéias sobre a Igreja. Pretendo postar aqui algumas porções mais "subversivas" desta obra, que mostram como o cristianismo institucionalizado de nossos dias se afasta do modelo bíblico da igreja primitiva. Mas hoje quero começar com um texto com o qual todos os seguidores de Jesus vão concordar:


* * *

O Propósito Eterno de Deus

Em Efésios 3:11 Paulo escreve uma frase carregada de significado espiritual. É a frase: "o propósito eterno". Ao longo de sua poderosa epístola aos Efésios, Paulo usa uma grande quantidade de tinta para revelar o propósito eterno de Deus aos crentes de Éfeso. De fato, a carta inteira é uma cuidadosa revelação do propósito divino, na qual Paulo põe as mais sublimes verdades celestiais em palavras humanas. O propósito eterno que Deus teve e tem em seu coração desde idades remotísimas, vem ricamente exaltado e brilhantemente exposto na epístola de Paulo aos efésios. E qual é este propósito extraordinariamente elevado e que rege tudo? E nos revelou o mistério de sua mensagem, de acordo com o seu bom propósito que Ele estabeleceu em Cristo, isto é, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos (Efésios 1:9, 10; 4:10; Colossenses 1:15-20). Apropriadamente, Paulo nos diz que Deus, em sua soberana sabedoria, escolheu a igreja para que fosse instrumento para a plena expressão e realização de seu propósito (Efésios 1:22, 23; 2:19-22; 3:8-13; 4:8-16; 5:23-32).


Dito em forma simples, a função da igreja é levar a cabo o propósito eterno de Deus. E expresso apropriadamente, a igreja existe para dar a conhecer ao mundo a plenitude do Ungido. Está na terra para manifestar a vitória final do Ungido sobre Satanás e sobre as potências das regiões celestes em todas as partes. Enquanto seu Corpo, a igreja está aqui para expressar a Jesus Cristo em toda sua glória (qual é o propósito de um corpo, senão expressar a vida que há nele?). Isto quer dizer, entre outras coisas, que a igreja foi chamada para continuar o ministério terrenal de Jesus Cristo na terra. E existe para dar cumprimento ao propósito de Deus, que desde idades remotas procura achar um lugar de repouso para Si —porque a igreja incorpora a presença de Deus. Em suma, a igreja é O Ungido numa expressão coletiva. Sem a igreja, nosso Senhor Jesus Cristo não teria forma para expressar-se na terra. Portanto, a igreja local é o Corpo do Ungido que se expressa e funciona localmente.


Ao vasculhar concenciosamente o texto bíblico, vemos que todo princípio relativo a nossa vida coletiva enunciado no Novo Testamento, fundamenta-se nesta consumidora visão. Cada princípio concernente à prática eclesial que vem declarado nas Escrituras, foi estabelecido por Deus tendo em vista a edificação conjunta de um povo na semelhança de seu Filho. De fato, podemos ver que o Novo Testamento se ocupa totalmente no crescimento do Ungido na comunidade crente. Considerem-se as seguintes passagens:


...dos que foram chamados ... PARA SEREM CONFORMES À IMAGEM DE SE FILHO, a fim de que ele seja o primogênito entre MUITOS IRMÃOS. (Romanos 8:28, 29)


Meus filhos, novamente estou sofrendo dores de parto por sua causa, até que CRISTO SEJA FORMADO EM VOCÊS. (Gálatas 4:19)


no qual TODO O EDIFÍCIO É AJUSTADO E CRESCE PARA TORNAR-SE UM SANTUÁRIO SANTO NO SENHOR. Nele VOCÊS TAMBÉM ESTÃO SENDO EDIFICADOS JUNTOS, PARA SE TORNAREM MORADA DE DEUS POR SEU ESPÍRITO. (Efésios 2:21 , 22)


...com o fim de aperfeiçoar os santos para a obra do ministério, para que O CORPO DE CRISTO SEJA EDIFICADO, até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, E CHEGUEMOS À MATURIDADE, ATINGINDO A MEDIDA DA PLENITUDE DE CRISTO. (Efésios 4:12, 13)


...assim como Cristo amou a igreja, e entregou-se por ela, PARA SANTIFICÁ-LA, TENDO-A PURIFICADO pelo lavar da água mediante a palavra, E PARA APRESENTÁ-LA A SI MESMO COMO IGREJA GLORIOSA, SEM MANCHA NEM RUGA OU COISA SEMELHANTE, MAS SANTA E INCULPÁVEL. (Efésios 5:25-27)


AO LEVAR MUITOS FILHOS À GLÓRIA, convinha que Deus, por causa de quem e por meio de quem tudo existe... (Hebreus 2:10)