21 de julho de 2007

The Call (2)


Um dia desses, postei aqui a notícia do The Call. Nelson Tristão esteve lá e conta suas impressões no seu blog:


1- Atitudes práticas da igreja não de protesto mas de intercessão pela situação do país. Primeiro no dia anterior fomos para a porta de uma editora de revistas pornográficas e ficamos parados de costas para ela com os olhos vendados e em silêncio absoluto por duas horas. Nesse tempo todos estavam intercedendo em espírito pela nação. Isso tem acontecido por vários dias, todas as tardes em Nashville e está atraindo a atenção das pessoas e da imprensa secular, há inclusive testemunhos de conversão de pessoas que passam pelo local. Tivemos também a marcha pelo arrependimento, cerca de 20.000 pessoas reuniram-se em um parque da cidade na manhã do The Call e fizemos um ato de arrependimento pelo pecado da igreja e da nação. Depois todos saíram novamente em completo silêncio em caminhada até o LP Field (estádio onde foi o The Call). Esse movimento está sendo chamado de Pure Life Revolution e começa a atingir todo o país.


2- Uma volta à simplicidade, unidade, paixão e compromisso com as coisas de Deus por parte de todos os ministros com os quais tive contato. A impressão que tive em meu espírito era de que Deus está fazendo o pessoal voltar à simplicidade de servir a Jesus. Vi muita amizade verdadeira, desinteresse pessoal, nenhuma auto promoção, muita união e paixão por fazer a obra de Deus. Novamente achei que estava no Brasil só que há 10 anos atrás, ehehe. Precisamos muito que Deus faça algo assim também aqui no nosso país, estamos precisando urgentemente desses ajustes por aqui. Voltei com grande esperança de ver isso acontecendo conosco.