3 de janeiro de 2008

Amor, desejo e sorvete de chocolate

O que exatamente é o amor? É querer o bem ou "benquerença". Amamos algo ou alguém quando promovemos o bem em seu interesse. O contrário do amor é a malícia, e sua simples ausência é a indiferença. Seu acompanhamento normal é o regozijo, embora uma alma deformada possa se regozijar com o mal e não sentir nenhuma satisfação com o bem.

O amor não é o mesmo que desejo, pois posso desejar algo sem mesmo desejar o seu bem, muito menos querer o seu bem. Eu poderia desejar um sorvete de chocolate, por exemplo. Mas não desejo o seu bem: desejo comê-lo. Essa é a diferença entre a luxúria (mero desejo) e o amor na relação entre homem e mulher. Desejo e amor são naturalmente compatíveis quando o desejo é governado pelo amor, mas a maioria das pessoas hoje, e isso é triste, nem mesmo saberia a diferença entre eles. Por isso, neste mundo, o amor se torna constantemente vítima da luxúria.

Esse é um elemento importante dos profundos males da vida contemporânea.

*******
...as palavras são de Dallas Willard, Renovação do Coração, p. 137.
O amor, essência mais profunda de Deus, é objeto confuso em nossas mentes. Por estarem "amando", as pessoas espalham destruição para si e para os outros
por toda parte.
Um pouco de verdade faz muito para aclarar nossas idéias.

+ Amor não é um sentimento
.