12 de abril de 2008

Aclamando ao Senhor na TV

Neste último dia 9 de abril ocorreu algo inusitado na TV americana, no programa de altíssima audiência American Idol.

Quando perguntei aos meus alugos da Emory sobre o que acharam do acontecido, um deles o descreveu como "uma evidência de que a arte musical cristã pode e deve traspassar barreiras da secularidade, do cinismo e da resistência à expressão da fé nos espaços públicos".

Sem dúvida, "Shout to the Lord" é uma das poucas composições cristãs contemporâneas que se tornaram públicas e populares. Ultrapassou primeiramente as paredes das igrejas -- mofas de tantos mesmismos e repetições sem alcance social -- e se mantém entre as músicas mais longivas das paradas de sucesso nas rádios americanas.

Em duas edições do programa, para surpresa e arrepio de todos os que o assistimos, a música foi cantada pelos oito finalistas, além de ser ouvida e assistida por mais de 40 milhões de pessoas em cada edição.

Na primeira execussão (veja vídeo com a primeira versão, disponível no YouTube) substituíram a palavra "Jesus" por "Shepherd" no início da música. Há rumores de que o programa fora editado para eliminar, intencionalmente, o nome "Jesus".

Houve, contudo, quem reclamasse, e, na segunda vez, que foi ontem, 10/04, eles a executavam novamente, desta vez com "Jesus" (veja a segunda versão no YouTube). Enfim, os dois momentos foram especiais e fortemente inspiradores.

As pedras estão clamando!

Luís Wesley
--------------------------------------------------------
+ mais informações no blog do Daniel Jamarino