30 de novembro de 2008

Quando a morte se torne vida

1.3 Então o que vamos fazer? Continuar a pecar para que Deus possa manter o perdão? Espero que não mesmo! Se nós tivermos deixado o país onde o pecado é soberano, como é possível que ainda vivamos na nossa velha casa ali? Ou não se aperceberam que o embalamos e o deixamos lá para o bem? Foi o que aconteceu no batismo. Quando fomos para debaixo da água, deixamos o antigo país de pecado para trás; quando emergimos da água, entramos no novo país da graça, uma nova vida numa nova terra!

3.5 É isso que o batismo na vida de Jesus significa. Quando somos abaixados para a água, é como o sepultamento de Jesus, quando somos elevados para fora da água, é como a ressurreição de Jesus. Cada um de nós é elevado a um mundo cheio de luz pelo nosso Pai, a fim de podermos ver onde estamos indo em nosso novo país de graça soberana.

6.11 Poderia ser mais claro? O nosso velho modo de vida foi pregado na cruz com Cristo, um decisivo fim para uma vida de miserável de pecado -- não mais em cada aceno e chamada do pecado! O que cremos é isto: Se fomos incluídos na morte de Cristo que derrotou o pecado, também somos incluídos na sua ressurreição salvadora de vida. Sabemos que quando Jesus foi ressuscitado dos mortos foi um sinal do fim da morte como um fim. Nunca mais a morte tera a última palavra. Quando Jesus morreu, ele levou o pecado para baixo com ele, mas vivo ele traz Deus abaixo para nós. A partir de agora, pense nas coisas desta maneira: o pecado fala uma língua morta que não significa nada para você; Deus fala a sua língua materna, e você se pendura em cada palavra. Vocês estão mortos para o pecado e vivos para Deus. É isso o que Jesus fez.

12.14 Isso significa que você não deve dar um voto ao pecado na forma como você conduz a sua vida. Não dê a ele o tempo do dia. Nem sequer leve pequenos recados têm ligação com aquele velho estilo de vida. Lance-se de todo o coração e em tempo integral, lembre-se, você foi ressuscitado dos mortos! - no modo de Deus de fazer as coisas. O pecado não posso te dizer como viver. Afinal, você não está vivendo mais sob a velha tirania. Você está vivendo na liberdade de Deus.

- Tradução livre de Romanos 6 na paráfrase de Eugene Peterson, The Message. Um exemplar dessa maravilhosa mensagem chegou a minhas mãos. É maravilhoso compartilhar da leitura que Peterson faz desse tratado de Paulo chamado aos Romanos

- Abaixo o texto na Nova Versão Internacional.

- Leia também: Graças a Deus por nossas Bíblias - Apesar das Escrituras virem em muitos estilos hoje em dia, podemos ainda confiar nessas traduções para nos dar a Palavra de Deus. - Por J. I. Packer

Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente?De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele? Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte? Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.

Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição. Pois sabemos que, tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele.

Ora, se morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. Pois sabemos que, tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele. Porque morrendo, ele morreu para o pecado uma vez por todas; mas vivendo, vive para Deus.

Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus. Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. Não ofereçam os membros do corpo de vocês ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros do corpo de vocês a ele, como instrumentos de justiça. Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da Lei, mas debaixo da graça.